Dicas Educação Escola

Atividades de arte ajudam no desenvolvimento cognitivo e motor

Criança prepara aquarela para atividades de arte.
Escrito por Lilo

Quase todas as escolas sabem da importância das atividades de arte para o desenvolvimento dos pequenos, mas também é relevante ir além e saber o que faz cada uma delas funcionar e qual a sua função na sala de aula.

Sabendo o que cada uma das atividades de arte desenvolve na criança, fica mais fácil aplicá-las conforme as necessidades das crianças para ajudá-las a desabrochar.

Quer saber mais? Então vamos lá!

Para que servem as atividades de arte

Existe muito poder didático em tudo que é artístico. As atividades de arte estimulam as crianças a encarar o mundo de formas diferentes e promovem o desenvolvimento de habilidades como coordenação motora, imaginação, planejamento e compreensão do que as cerca.

Além disso, as atividades de arte têm um valor importante na hora de começar a ensinar as cores, a relação visual, ilusões de ótica e identificação de objetos distantes.

Para fazer um melhor uso das atividades de arte, é preciso entender como cada uma delas pode se relacionar de forma específica com o desenvolvimento da criança.

Colorir o desenho pronto

Essa é uma das atividades de arte mais simples e por isso mesmo mais aplicadas. Normalmente, o desenho apresentado para ser colorido costuma ser de um personagem de desenho animado com o qual as crianças já sejam familiarizadas, mas pode também ser uma figura abstrata.

Para que atividades de arte como essa funcionem melhor no desenvolvimento cognitivo e motor, é interessante orientar os pequenos a se limitar a colorir sem ultrapassar as linhas. No começo, isso será muito difícil, mas com o tempo eles vão se acostumando.

A intenção de não colorir além da linha é ajudar a criança a desenvolver a chamada coordenação olho-mão, que é a habilidade de fazer o corpo obedecer as indicações de espaço informadas pelo olho.

Lápis de cor usados em atividades de arte.

Atividades de arte como essa não podem virar competição entre os pequenos, ou perdem a função. Não há certo ou errado, nem mesmo com relação à escolha de cores para representar elementos do mundo real como árvores e pele.

Colagem

Se você está procurando atividades de arte que estimulem a imaginação e a capacidade de planejamento, a colagem é uma ótima opção. Ela leva os pequenos a construir uma imagem a partir de figuras em revistas e jornais.

O mais importante ao fazer atividades de arte envolvendo colagem é ensinar o uso das ferramentas, principalmente a cola e a tesoura sem ponta. Com isso sob controle, é hora de estimular as crianças.

Embora todas as atividades de arte funcionem bem quando a criança é deixada livre, a colagem realmente faz a diferença quando o educador pede que as crianças atinjam um objetivo, como fazer uma colagem de uma cena de zoológico, por exemplo.

Esse tipo de direcionamento não acaba com a criatividade, muito pelo contrário. Ele ensina os pequenos a direcionarem seu poder de criar para um objetivo específico, o que é uma habilidade muito importante quando crescemos.

Desenho livre

O desenho livre é uma das atividades de arte para estímulo da criatividade, que é feita usando canetinhas, lápis de cor e outras ferramentas.

Muito comum nas escolas, o desenho livre pode dizer muito sobre o desenvolvimento da sensibilidade da criança e a forma como ela encara seus sentimentos. Os desenhos podem indicar certos problemas internos antes que eles se tornem maiores.

Criança realizando atividades de arte que envolvem pintura de imagens.

Além disso, o desenho livre é uma das atividades que permite ao professor estimular uma visão das coisas através das artes. A liberdade dessa atividade não precisa ser completa: é possível pedir aos alunos um desenho livre sobre uma temática ou sentimento, por exemplo.

Escultura

Uma das atividades de arte menos realizada nas escolas é a escultura. Por causa da dificuldade de conseguir os materiais mais clássicos, como a argila, e a necessidade de trabalhar com crianças maiores, essa arte fica limitada.

Mas é um desperdício deixar atividades de arte como essa sem uso, afinal ela é uma das melhores para estimular o desenvolvimento motor. Por isso, a nossa indicação é usar materiais alternativos.

As crianças maiores podem esculpir com isopor, enquanto as menores podem ser estimuladas a fazer esculturas em frutas com colheres. Dá para aproveitar e incentivar os pequenos a conhecer novos alimentos.

Gostou das nossas dicas de atividades de arte para a sala de aula e como aplicá-las? Então dá uma olhada no nosso texto sobre educação inclusiva!