Dicas Saúde

Bebês podem pegar piolhos?

Escrito por Lilo

Apesar de não ser tão comum, pode acontecer. Saiba mais!

Bebês com piolhos não é algo que acontece todos os dias, mas quando vão para creches ou berçários e tem um irmãozinho em casa que frequenta a escolinha os riscos são maiores. Isso acontece porque os “bichinhos” se movem com muita rapidez no contato com outras crianças que já pegaram ou pela divisão de objetos pessoais.

Por isso, é importante se atentar a coceiras ou incômodos para prevenir o quanto antes. No caso dos bebês, que são pequenos demais para coçar, a maioria esfrega a cabecinha contra o travesseiro apresentando além da irritação, vermelhidão no couro cabeludo.

No caso das lêndeas (ovinhos colocados pelos piolhos), podem ser confundidos com as caspas ou dermatite seborreica, a diferença é que a caspa sai com bastante facilidade, à dermatite é uma casquinha que fica grudada ao couro cabeludo, e a lêndea, fixada na raiz e comprimento do cabelo, tende a sair com muita dificuldade.

nomes-de-bebes-que-vao-ser-tendencias-para-o-ano-de-201719

Como é o tratamento?

  • Os primeiros sintomas costumam aparecer de 6 a 10 dias. A partir dos 2 aninhos o tratamento é tópico ou oral, dependendo do nível de infestação e peso da criança.
  • Nos bebês, o cuidado é sempre tópico e indicado por um pediatra ou dermatologista por ter a pele mais sensível.
  • Geralmente, o médico indica também passar o pente fino bem delicadamente no couro cabeludo, e o corte, muito usado antigamente, só é indicado em último caso com um profissional cuidadoso, e sem uso das maquininhas.
  • É importante trocar as roupas de cama, lavar os forros e observar sofás e lugares que a criança passa o dia para ajudar no tratamento.

Como prevenir?

  • Redobre a atenção se receber algum aviso de casos de piolho na escolinha. Os médicos lembram que não existe uma estação do ano em que os piolhos se manifestem mais, a questão é que no friozinho as crianças costumam a ficar mais próximas, por isso, as observações devem ser constantes.

A infestação em si não causa graves problemas, mas existem riscos de infecções por fungos e bactérias por meio das feridas que se não forem tratadas com rapidez, pode até levar a internação. Então podemos dizer que os piolhos podem atingir qualquer pessoa de qualquer idade, sem significar falta de higiene, e o melhor a se fazer é evitar dividir objetos pessoais, e manter a atenção voltada para os pequenos diariamente.

Com as dicas do FollowBaby, esse desafio se torna mais simples e fácil, tudo para a sua tranquilidade e saúde e bem-estar do seu filho!