Educação Saúde

Como identificar o daltonismo na educação infantil

Escrito por Lilo

O daltonismo é uma alteração visual de origem genética que atinge até 8% dos meninos e 0,5% das meninas ao redor do mundo. Com uma taxa de ocorrência tão grande, é muito provável que ao menos uma criança por sala de aula manifeste a condição, mesmo que às vezes nem ela própria saiba disso.

No artigo de hoje, vamos falar sobre daltonismo na educação infantil, mostrar como fazer o diagnóstico e os cuidados que você deve ter para integrar uma criança daltônica nos processos pedagógicos. Vamos com a gente?

O que é o daltonismo?

O daltonismo, também conhecido como discromatopsia, é um distúrbio de origem genética que deixa a criança com problemas em distinguir cores.

daltonismo na educação infantil

Ele pode ocorrer em diversos níveis, por vezes fazendo com que a pessoa não consiga diferenciar nenhum tom. O caso mais comum é relativamente leve dessa alteração: uma dificuldade em distinguir os tons vermelhos dos verdes. Quando se trata de ensino, o daltonismo na educação infantil pode ser um obstáculo para o desenvolvimento da criança quando não diagnosticado.

Como diagnosticar o daltonismo na educação infantil?

O daltonismo foi descoberto pelo químico John Dalton, que também sofria da perturbação. Curiosidade: é por isso que a condição se chama daltonismo, o sobrenome do pesquisador.

A maioria das crianças que sofrem de daltonismo na educação infantil não manifestam comportamentos incomuns até o começo da educação formal. Nesse ponto, o problema pode ser confundido com outros que afetam a alfabetização. É por isso que discutir o daltonismo na educação infantil é tão importante para que os pequenos sejam corretamente educados.

Em geral, as crianças dão alguns sinais: problemas para distinguir cores, dificuldade em enxergar algumas palavras em fundo colorido, problemas com exercícios, etc. Esses são os principais sinais da manifestação do daltonismo na educação infantil.

As crianças podem passar por testes com oftalmologistas para confirmar, mas o diagnóstico pode ser adiantado pelos professores através de alguns testes que irão ajudar a escola a estar preparada para superar os desafios do daltonismo na educação infantil.

Mas que testes são esses?

Testando para diagnosticar

Um desses testes é o Teste de Ishihara. Nele, são apresentadas imagens coloridas com números dentro delas. As cores dos círculos são aplicadas de forma que as crianças daltônicas podem não conseguir ver o número dentro do círculo.

daltonismo na educação infantil

O Teste de Ishihara, bem como outros que podem substituí-lo, podem ser adquiridos em formas de cartões e são facilmente aplicáveis por uma professora ou responsável. Sabendo da presença do daltonismo na educação infantil, se torna mais fácil estar preparado.

Professores lidando com o daltonismo na educação infantil

A Convenção Interamericana para a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra Pessoas Portadoras de Deficiência estabelece que todos os processos e materiais didáticos devem ser adaptados para que as crianças com daltonismo possam ser incluídas.

É importante destacar que daltonismo não é doença, e as limitações causadas por ele são facilmente contornáveis. Ainda assim, é preciso estar preparado em algumas situações complicadas para a criança:

  • Compreensão de tabelas e gráficos coloridos;
  • Navegar pela internet em sites que utilizam cores como guias;
  • Utilização de ferramentas didáticas que fazem das cores uma parte do guia para aprendizado de matemática ou linguagens.
  • Dentre várias outras.

Integração com o grupo

daltonismo na educação infantil

É importante não tratar o daltonismo na educação infantil como algo que separe a criança que sofre da perturbação das demais. Caso uma atividade exija habilidades que a criança pode ter problema em desenvolver, é melhor não aplicá-la ao invés de separar a criança do grupo.

Isso porque o bullying é um problema crescente nos tempos modernos e qualquer exemplo de distinção entre uma criança e o grupo pode torná-la vulnerável. Dê preferência a atividades que educam as demais crianças a saber como incluir o colega.

Um exemplo de atividade inclusiva pode ser colocar as demais crianças numa situação de educar sobre as limitações do daltônico, demonstrando imagens como elas seriam vistas por alguém com a perturbação visual.

Adaptações necessárias

Quando se trata de incluir a criança com daltonismo na educação infantil, lembre-se também de adaptar certas atividades para retirar a importância das cores. Um exemplo é o ensino sobre a utilidade do semáforo: o verde e o vermelho das luzes do sinal são as cores mais comumente afetadas pelo daltonismo.

No caso citado acima, ao invés de indicar as cores como única indicação de parar ou seguir, dê também destaque para a posição das luzes. Em cima é pare, no meio atenção e abaixo siga.

Comunicação com os pais

Lembre-se de manter os pais sempre atualizados sobre as atividades e o desenvolvimento da criança. A educação infantil é um trabalho coletivo e depende do esforço conjunto de educadores e parentes.

Para auxiliar nessa comunicação, a agenda digital é uma poderosa ferramenta, capaz de manter todos atualizados e permitir uma aproximação dos pais com os educadores.
Conseguimos tirar as suas dúvidas sobre o daltonismo na educação infantil? Continue nos acompanhando no blog do FollowBaby e não se esqueça de cadastrar a sua escola!