Escola

Os principais fundamentos de gestão escolar para aplicar agora!

Escrito por Lilo

Embora a gestão escolar deva se adequar à realidade da instituição, alguns princípios podem ser aplicados universalmente. Saiba quais são eles!

O coração da instituição de ensino é a área pedagógica. Porém, não podemos nos esquecer de que o fator que viabiliza um projeto educacional sólido é uma gestão escolar eficiente, que consegue integrar todas as outras áreas em um único propósito: garantir a excelência e o pleno desenvolvimento dos alunos.

Apesar de tão importante, não existe uma receita única para a gestão escolar eficiente. Afinal, ela deve se adequar à realidade de cada instituição. No entanto, selecionamos alguns fundamentos que podem ser aplicados universalmente e que vão contribuir para que você alcance o resultado desejado.

Ficou interessado em saber quais são esses princípios? Continue a leitura!

O que é gestão escolar?

Para quem dirige uma instituição, é comum surgirem dúvidas sobre as diferenças entre o que é administrar e o que é, de fato, a gestão escolar.

Quando se fala em administração escolar, o foco é o sucesso do negócio. Portanto, trata-se de distribuir os recursos materiais e financeiros disponíveis, visando o melhor resultado possível quanto ao lucro dessa atividade. Nesse contexto, a qualidade é um diferencial competitivo, e não um fim em si mesma.

Por outro lado, a gestão escolar é um conceito mais amplo. Ela visa a instituição como um todo e envolve outros setores. Ela alinha as Gestões Pedagógica, Administrativa, Financeira e de Eficiência.

Depois de observar as particularidades de cada setor, bem como as necessidades apresentadas por cada um deles, o gestor escolar aplica todos os tipos de recursos (inclusive os humanos) para garantir o completo desenvolvimento educacional dos estudantes.

Portanto, fazem parte da gestão escolar o cuidado com a qualidade do currículo, as iniciativas para envolver os pais no processo educacional, a capacitação e motivação dos colaboradores e os esforços para alinhar todos — equipe técnica, professores, funcionários, família e alunos — aos objetivos da instituição. A excelência no ensino e o bom desempenho dos estudantes devem estar entre essas metas.

Como garantir a eficiência da gestão escolar?

Como já sabemos, cada instituição está inserida em uma realidade diferente. No entanto, algumas ações podem beneficiar todas as escolas e contribuir para alcançar bons resultados. Saiba quais são:

1. Una sua equipe em torno de um propósito

Equipe unida é sinônimo de eficiência na gestão escolar.

Se em qualquer empresa as pessoas não gostam de se sentir apenas como uma pequena parte de uma engrenagem que gera lucros, no setor educacional isso se torna ainda mais evidente. Educadores são idealistas e se engajam em projetos elaborados para atingir um propósito nobre.

Portanto, comece sua gestão escolar estabelecendo um senso de propósito. Defina ou construa com sua equipe o objetivo da existência da sua instituição. Mude o mindset do grupo, fazendo com que eles vejam não só as obrigações, mas principalmente a missão da escola.

2. Construa e cumpra o projeto político-pedagógico em conjunto

Gestão escolar: todos devem participar da construção do projeto político-pedagógico.

Em outro post, já explicamos qual é a importância do projeto político-pedagógico e como elaborá-lo. O ideal é construir esse documento com a contribuição dos professores, funcionários, pais, alunos e até mesmo representantes da comunidade.

O resultado dessa ação conjunta será a colaboração de todos os envolvidos no processo, pois o fato de terem proposto as ações ali descritas gera compromisso com o sucesso delas.

Faça do projeto político-pedagógico o mapa da sua instituição. Utilize-o para que todos caminhem na mesma direção, tendo em mente onde querem chegar e qual é o melhor trajeto para alcançar seus objetivos. Assim, as responsabilidades não serão uma imposição, mas uma missão pessoal.

3. Otimize as tarefas com ferramentas tecnológicas

O setor educacional apresenta uma série de desafios. Não é incomum ver professores e colaboradores de outros setores exaustos diante de tantas responsabilidades. Por este motivo, é muito importante otimizar tarefas através da tecnologia.

O uso de ferramentas tecnológicas contribui para o sucesso da gestão escolar de várias formas:

  • automatiza tarefas burocráticas e repetitivas, reduzindo os custos com mão de obra ou permitindo a alocação de pessoas para setores mais relevantes para o desenvolvimento dos alunos;
  • reduz a quantidade de erros e, portanto, de retrabalho;
  • preserva o tempo, a energia e o foco de professores e funcionários para que eles possam concentrá-los em atividades que realmente contribuem para o bom desempenho dos alunos;
  • permite aulas mais dinâmicas, que aumentam o interesse do aluno e a realização do professor;
  • faz com que a equipe se sinta valorizada por contar com uma gestão que entende suas necessidades e procura aliviar suas cargas por meio desse investimento.

Portanto, o resultado de adotar a tecnologia é aumento na produtividade dos funcionários, da qualidade do serviço prestado e do engajamento e motivação dos educadores.

Existem várias opções de recursos tecnológicos para atender às necessidades da escola. Softwares de gestão, agenda digital e plataformas de ensino estão entre as opções mais acessíveis e efetivas.

A gestão escolar é um tema extenso e muito customizável. Por isso, demos preferência ao que realmente existe de mais relevante nesse aspecto, bem como às soluções que podem ser aplicadas em diferentes contextos.

Gostou do post? Ficou interessado em saber como elaborar o projeto político pedagógico de forma coletiva e comprometer sua equipe com a missão da instituição? Continue no blog e confira o post completo!